Arquivo mensal: março 2013

seita maranata – o NOVO administrador da maranata nem é revelado – é DETERMINADO pela justiça mesmo! VERGONHA jamais existiu isso em qualquer igreja! Nem na católica!! VERGONHA para o Evangelho!

A JUSTIÇA NOMEOU UM ADMINISTRADOR JUDICIAL PARA A ICM, GENTE DE FORA DE CONFIANÇA DO JUÍZO.

AGORA A COBRA VAI FUMAR:

Imagem

A JUSTIÇA NOMEOU UM ADMINISTRADOR JUDICIAL  PARA A ICM, GENTE DE FORA DE CONFIANÇA DO JUÍZO.

Processo : 0042520-84.2012.8.08.0024 Petição Inicial : 201201422277 Situação : Tramitando
Ação : Pedido de Busca e Apreensão Criminal Natureza : Central de Inquéritos Data de Ajuizamento: 08/11/2012
Vara : VITÓRIA – VARA ESPECIAL DE CENTRAL DE INQUÉRITOS

Distribuição
Data : 08/11/2012 14:35 Motivo : Distribuição por sorteio

Partes do Processo
Requerente
GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL NO COMBATE AO CRIME ORGANIZADO
999998/ES – INEXISTENTE
Requerido
VARA DA CENTRAL DE INQUERITOS CRIMINAIS DE VITÓRIA

Andamentos
25/03/2013 Autos concluso para despacho
25/03/2013 Autos recebidos em cartório VITÓRIA – VARA ESPECIAL DE CENTRAL DE INQUÉRITOS
22/03/2013 Decisão proferida Em face do exposto, com fundamento nos artigos 282, I e II, § 4º, 319, VI, todos do Código de Processo Penal: A) Destituo de suas funções, o Presidente Interino e Diretor Administrativo do Presbitério Espírito Santense;  NOMEIO como Administrador Judicial o Dr. Jerry Edwin Ricaldi Rocha, no que para tanto, OUTORGO-LHE JUDICIALMENTE os poderes necessários de gerência/administração e notadamente, de representação judicial/fiscal/administrativa perante os órgãos públicos municipal, estadual e federal, podendo, ainda, ingressar livre e independente de licença em qualquer dependência física, ter acesso a qualquer livro ou documento, contratar, subcontratar, dispensar, afastar, gerir, fiscalizar e de movimentação bancária junto às instituições financeiras. C) A Administração Judicial terá um prazo de noventa (90) dias, contado a partir do início formal dos trabalhos, admitida a prorrogação caso persistam os óbices à investigação ou se verifique a necessidade de se manter essa condição. D) Competirá ao Administrador Judicial cuidar única e exclusivamente das questões financeiras, administrativas e fiscais da Igreja Cristã Maranata, vedada interferência na atividade religiosa. E) MANTENHO Mário Hasenreiter no pólo passivo da investigação, na condição de investigado. F) COMUNIQUEM-SE aos juízos cíveis em que tramitam as ações, cujas as testemunhas e autoridades envolvidas no vertente caso figuram como rés em demandas ajuizadas pela Igreja Cristã Maranata, da forma como solicitada pelo MPES. G) COMUNIQUE-SE à Polícia Federal a respeito das investigações sobre as investigações sobre coação a testemunhas. H) REQUISITE-SE da Polícia Federal a instauração de inquérito policial sobre supostas irregularidades cometidas pela Caixa Econômica Federal no que tange à eventual descumprimento de ordem judicial proferida via sistema Bancejud, como solicitado pelo MPES. INTIME-SE pessoalmente o Administrador Judicial, para que, no prazo de 24h (vinte e quatro horas) informe a este Juízo sobre a aceitação ou não do múnus público, podendo estimar seus honorários posteriormente, cujo pagamento será de responsabilidade do Presbitério Espírito Santense.

fonte: http://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2013/03/25/a-justica-nomeou-um-administrador-judicial-para-a-icm-gente-de-fora-de-confianca-do-juizo/

igreja maranata – a maranata e a politica

a obra que não faz politica mas adora apresentar amigos da obra no maanaim!

a obra que nunca pediu dinheiro ao governo… verdade! foi prá fundação dela e terá que devolver o que desviou dos cofres públicos!

icm-obra-politica from A Marques on Vimeo.

maranata – Membros da Igreja Maranata na Flórida pedem explicações sobre investigações no Brasil

Membros da Igreja Maranata na Flórida pedem explicações sobre investigações no Brasil

SONY DSCHá pouco mais de um ano, o Ministério Público do Espírito Santo abriu um inquérito para investigar irregularidades na Igreja Cristã Maranata, com fiéis em todo o mundo, incluindo a Flórida.  Desde a divulgação do suposto escândalo, fiéis da igreja em Massachusetts e alguns da Flórida se desligaram, pedindo informações mais claras, que não obtiveram.  “Por serem ilegais, muitos membros não questionam os pastores, com medo de ameaças”, disse um ex-membro de Pompano Beach, que preferiu não se identificar. “Mas eles nem comentam sobre as investigações”.

Entre as irregularidades, segundo o jornal brasileiro “A Gazeta”, há a suspeita de desvio de dízimos dos fiéis, que podem ter chegado à quantia de R$ 21 milhões. Outra irregularidade da qual a igreja é acusada, que mais diz respeito à comunidade de brasileiros membros da ICM fora do Brasil, é a compra irregular de equipamentos eletrônicos, destinados à montagem de um sistema de videoconferência para interligar os templos no Brasil e no exterior. Boa parte do material teria sido levada de forma irregular para o Brasil.

Depois de 18 meses de tentativas de fazer com que a cúpula da ICM mudasse, o pastor Paulo Sousa, 56 anos, se desligou da igreja em Massachusetts. Ele foi membro por 44 anos e, hoje, se diz “aliviado do bullying eclesiástico”.

Paulo confessa que ele mesmo levou equipamentos para o Brasil. Ele diz ter alertado a cúpula quanto ao valor do equipamento que levava – de $14 mil dólares. “Mas eles estavam certos da impunidade”, relata. Quanto às outras irregularidades “eu não sei de nada, além de transporte de equipamentos de forma ilegal. Eles não me deixavam saber de mais nada”. Mas afirma ter documentos mostrando que a arrecadação entre junho de 2010 e junho de 2011 foi de mais de $1,5 milhão de dólares.

Perda de fiéis
Segundo o jornal “A Gazeta”, existem aproximadamente cinco mil templos no Brasil que são administrados pelo presbitério da igreja em Vila Velha, de onde o dinheiro teria sido desviado. Nos Estados Unidos, segundo o pastor Paulo, existem várias igrejas diretamente ligadas ao Brasil, nas seguintes localidades: Sarasota, Pompano Beach, Fort Lauderdale, Orlando, Washington DC, Huston, Middletown (Ct), Newark (NJ), Califórnia e 16 igrejas em Massachusetts, incluindo Framingham e Everett, as duas maiores do estado. Ainda segundo Paulo, duas igrejas fecharam, uma em Connecticut e uma no estado de Nova York. Existem ainda igrejas espalhadas pelo mundo. Segundo Paulo, todas elas são diretamente ligadas ao Brasil e sem nenhuma autonomia.

Paulo conta que, quando se desligou da igreja, onde ele percebeu um “desvio do propósito original” da filosofia da insituição, foi buscar outras igrejas, mas não queria mais o ministério. No entanto, cerca de 80 pessoas o seguiram e ele continuou sendo pastor, só que agora da Igreja Evangélica Louvai. “A Igreja Louvai foi iniciada no Brasil, mas a diferença em relação à ICM é que ela é completamente independente, em todos os aspectos, ou seja, financeira e administrativamente”.
De acordo com Paulo, a ICM nos EUA já contou com dois mil membros, mas agora esse número diminuiu em pelo menos 40%.

Pompano Beach
Pelo menos dois ex-membros da ICM em Pompano Beach contam que saíram da igreja depois das denúncias, junto com outros que foram para igrejas espalhadas pela região. Um deles, que preferiu não ser identificado, contou ao GAZETA que saiu há seis meses, depois de 20 anos de ligação com a instituição. Segundo ele, a igreja em Pompano tinha cerca de 120 membros no momento de sua saída. “Mas, hoje, deve ter menos, pois sei de pessoas que estão saindo”, disse ele.

O GAZETA entrou em contato com o pastor da ICM em Pompano Beach, Ronildo Scher, que disse que a igreja perdeu, no máximo, duas famílias desde o início das investigações no Brasil. Ele disse, no entanto, que tem orientações a não responder à imprensa e que o advogado da instituição entraria em contato com o jornal antes do fechamento desta edição. Mas isso não aconteceu.

Resposta da ICM no Brasil
Em seu site no Brasil, a ICM tem uma nota de esclarecimento datada do dia 19 de janeiro, na qual diz que não houve enriquecimento ilícito da direção em nenhum caso, explica de onde vem a movimentação de dinheiro do presidente, Gedelti Victalino Teixeira Gueiros, como venda de imóveis, “fruto do trabalho de toda uma vida, desde antes da própria fundação da igreja”. A Igreja afirma ainda que foi o “próprio presidente da instituição que pediu e propiciou as investigações que foram ofertadas ao Ministério Público, após rígido procedimento administrativo interno. Por fim, lamenta que tais leviandades construídas por uma dissidência da igreja atentem contra os pilares firmes, que há 45 anos sustentam a administração”.

fonte: http://gazetanews.com/noticias/membros-da-igreja-maranata-na-florida-pedem-explicacoes-sobre-investigacoes-brasil/

maranata – 21 milhões em dízimo desviado – deixa-me rir, seguem os quase 23 milhões que desviaram somente na empresa do sobrinho na “Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME”

21 milhões em dízimo desviado – deixa-me rir, seguem os quase 23 milhões que desviaram somente na empresa do sobrinho na “Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME”

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Trata-se de 116 páginas com transferências da maranata à tal empresa do sobrinho… segue a última página e o link do arquivo completo no final.

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

Works Sistemas e Equipamentos de Som Ltda ME

WORK SISTEMAS – Arquivo pdf completo

igreja maranata – Turismo na Praça Vermelha com dinheiro do dízimo. Este vídeo deve ser da época que fundaram a EU-Bralat em Riga.

Turismo na Praça Vermelha com dinheiro do dízimo – maranata from A Marques on Vimeo.

http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/03/09/testemuno-o-dinheiro-dos-dizimos-para-a-ucrania-corrigindo-lituania/

http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/04/20/maranata-enquanto-o-ministerio-publico-investiga-o-pes-da-maranata-elimina-provas/

http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/06/03/maranata-tudo-indica-os-boatos-do-que-foi-descoberto-nas-ultimas-semanas-nao-reflete-nem-5-do-que-realmente-aconteceu-dados-como-a-ida-do-antonio-angelo-vice-presidente-da-icm-aos-eua-para-limpar/

http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2013/03/02/igreja-maranata-algo-perto-de-u-300-milhoes-para-uma-conta-de-outra-pessoa-na-europa-foi-uma-das-coisas-confirmadas-e-que-antes-era-somente-boato/

maranata – Vídeo mostra pastores da Igreja Maranata do ES embalando compras feitas nos EUA

Vídeo mostra pastores da Igreja Maranata do ES embalando compras feitas nos EUA

Watch live streaming video from gazetaonlinetv at livestream.com

http://g1.globo.com/videos/espirito-santo/t/bom-dia-es/v/video-mostra-pastores-da-igreja-maranata-do-es-embalando-compras-feitas-nos-eua/2473966/

seita maranata – ganhando a liberdade após se curar do câncer da obra!

GANHANDO A LIBERDADE APÓS SE CURAR DO CÂNCER DA OBRA!

Prezado CV,

Li o artigo do Gabriel Tebaldi, na Gazeta Online, que diz o seguinte:

“O Salmo 41 também anda riscado das escrituras: “O Senhor o sustentará em seu leito de enfermidade, e da doença o restaurará”, diz. Já na Maranata, os pastores visitam o “leito de enfermidade”, mas a restauração anda longe. Um membro de 62 anos afirma ter sido ameaçado na UTI, após uma cirurgia de ponte de safena, e até mesmo onde as visitas eram proibidas. Médico, o pastor Amadeu Loureiro foi de branco anunciar a boa nova.”

Lembrei de uma desagradável experiência maranática.

Em agosto de 2000 estava internada no Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga para retirada de um tumor maligno no intestino. No dia seguinte a cirurgia nem preciso dizer um procedimento grande importante perdi boa parte do intestino estava tomando sangue quando “meu amado pastor” chegou com a seguinte conversa:

- Sei que não é o momento mas o “ossorevelo” que você não trabalha mais com os adolescentes.

Fazia este trabalho desde a inicio da década de 70 sentia-me realizada em ensinar a Bíblia despertar nos meus alunos o desejo de conhecer e viver a Palavra de Deus. A esposa do pastor ainda me perguntou se o cirurgião havia feito em mim uma colostomia. Respondi: – não foi preciso.

Vi a decepção e frustração estampada em seu rosto. Ainda por cima estavam torcendo para que eu carregasse uma bolsa de fezes na cintura. Pode?! Não oraram por mim, nunca mais me visitaram apesar de novas internações hospitalares e meses de quimioterapia. Ainda bem!

Hoje agradeço a Deus por tamanha covardia, pois foi aí que comecei a desconfiar das “revelagens” e “profetadas”. O meu Deus não faria uma presepada daquela comigo. Ele sabia o quanto eu amava aquele trabalho. E aquele não era o momento pra me dar uma noticia daquela. Eu estava todas as madrugadas e noites na igreja e o pastor nunca teve coragem de me enfrentar porque não tinha nada que me desabonasse e agora aproveita da situação se escondendo atrás do “ossorevelo”.

Covarde! Covarde! Covarde!

Eles costumam dizer que quem sai da Maranata tem câncer. Comigo foi diferente foi um câncer que me ajudou a romper as amarras com aquele sistema opressor.

Mas quando o homem fecha uma porta Deus abre infinidade de possibilidades. Depois do tratamento recebi um convite de uma missionária pra fazer um trabalho voluntário na Amazônia. Desci o Rio Tapajós até Fordlandia, assistindo comunidades ribeirinhas. Trabalhei meses numa base missionária perto da Ilha de Mosqueiro e depois fui ensinar bíblia para adolescentes em escolas públicas na região metropolitana de Belém do Pará.

Antes de iniciar os trabalhos minha chefe, uma missionária americana, me orientou que eu não falasse de religião dentro de sala de aula nem se me perguntasse qual era minha igreja eu deveria responder. Só ensinaria Bíblia e mais nada. Pois era tudo que sempre sonhei proclamar a Palavra de Deus pura e simplesmente. O Senhor Deus tem sempre o melhor para nós. Basta que tenhamos coragem de dar o primeiro passo.

Sempre ouvi dizer que quem sai da Maranta não se adapta em lugar nenhum. Mentira! Mentira! Mentira! Só não se adapta quem não conhece Jesus e seu evangelho libertador.

Boa tarde!
.
.
Amada,

Bênção.

Confesso que meu pensamento foi longe neste momento…
E como essas comunidades estão necessitadas! Bem sei que o seu trabalho – certamente não foi fácil – está na memória do Pai e haverá recompensa.

Enquanto alguns “cães gulosos” impõem o jugo opressor, nos perseguem e vociferam, Ele abre portas e o melhor que temos é a PRESENÇA DO SENHOR.

Eu me lembro da postagemhttp://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/08/sonhos-quando-ver-o-que-outros-nada-percebem/comment-page-1/#comment-16501

O gedeltismo impôs a mudança do conceito de “igreja de Deus… corpo de Cristo” e construiu a ideologia de Obra como forma de vida. E deu no que deu: a ICM-PES foi implodida, o desmonte ai está, o poço de iniquidades NÃO TEM FUNDO e a JUSTIÇA determinou a PRISÃO PREVENTIVA de quatro pastores.

https://www.youtube.com/watch?v=D0ljylLRwso
https://www.youtube.com/watch?v=m_R_UlIcxP0
https://www.youtube.com/watch?v=0fP4mgV01R8
https://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&v=CKMOBXGn1QU&NR=1

Por oportuno, deixei alumas anotações sobre a “igreja de Deus… corpo de Cristo”. Releia http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/04/lavando-os-pes/

Saúde.

CV

Publicado por RetirantedoValedeBaca em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/10/se-alguem-chega-espalhando-a-morte-fuja/comment-page-2/#comment-51883

COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:

Como as pessoas simplórias medem as bençãos somente com coisas desta vida, não é verdade?

Morrer, adoecer, ficar triste, depressão, dissabores na família são coisas que não estão afastadas de ninguém, absolutamente.

Não importa se é cristão ou não. E se cristão for, se congrega ou não. O importante é estar com Jesus, e seguir os seus ensinamentos. Por esse referencial que deveríamos contar as bençãos.

Quantas maldições são feitas para quem se retira da seita maranata? Puro terrorismo! Como se um maranata fosse imune a todos os males…

A irmã, em seu relato, ainda maranata, diga-se de passagem, recebeu uma prova, advinda por meio de uma enfermidade terrível e grave, que é o câncer.

A escolha poderia ser se entregar, já que nem a garantia de ser da “obra”, afastou a possibilidade de acometimento da doença. A pergunta poderia ser: e agora, o que fazer? Tenho sido fiel na obra. Estava aqui, acreditando no que esses ditos homens de deus diziam, e pensava estar em segurança, mas as estruturas foram abaladas.

Aquilo que parecia firme se tornou movediço, e muitas dúvidas pairaram, até Jesus aparecer definitivamente em sua vida, em meio ao desânimo, a tristeza, o amargo da doença, e LIBERTOU AS AMARRAS!

Louvado Seja Deus, pois o câncer não era o fim nem era consequência, mas meio de JESUS operar!

Termino enfatizando as palavras de RetirantedoValedeBeca:

“Eles costumam dizer que quem sai da Maranata tem câncer. Comigo foi diferente foi um câncer que me ajudou a romper as amarras com aquele sistema opressor.”

“Portanto, se o Filho os libertar, vocês de fato serão livres.”

João 8:36

Que coisa curiosa: precisou o câncer chegar no físico, para que ela pudesse ser curada do câncer que acomete o “corpo” da seita!

Aleluias duas vezes, pela cura e pela liberdade em Cristo Jesus!

Paz e Graça,

Alandati.

fonte: http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/03/21/ganhando-a-liberdade-apos-se-curar-do-cancer-da-obra/